Mobilização Articular


A mobilização articular é uma técnica manual que visa restaurar o movimento artrocinemático de deslizamento e "alongar" o tecido conjuntivo envolto que possua contraturas ou aderências, combatendo assim, a hipomobilidade. Essa técnica consiste na realização de movimentos articulares oscilatórios que respeitem os graus propostos por Maitland e na posição articular que possua menor contato entre as superfícies ósseas (Loose-Pakcer).

A mobilização estimula a produção do líquido sinovial e relaxa a musculatura através da inibição autógena realizada pelos Órgãos Tendinosos de Golgi, além de ativar os mecanorreceptores que podem inibir a transmissão de estímulos nociceptivos ao nível da medula espinhal ou tronco encefálico.

As principais indicações para o tratamento com a mobilização articular são: dores, espasmos musculares, hipomobilidade, artrose, etc. As contra-indicações são: hipermobilidade, derrame articular, inflamação (artrite), câncer, fraturas não consolidadas, pós-operatório, etc.